domingo, 30 de agosto, 2020

Adoro o Mário Crespo. A elegância com que descreve as cobardias.


More from ego